terça-feira, 4 de outubro de 2022

Confira as 55 vagas de emprego disponíveis desta terça-feira (4), em Caruaru e região


 Oportunidades são para Arcoverde, Belo Jardim, Bezerros, Caruaru, Pesqueira, Garanhuns, Santa Cruz do Capibaribe e Serra Talhada.

As agências de trabalho estão com 55 vagas abertas para esta terça-feira (4), em Arcoverde, Caruaru, Pesqueira, Garanhuns, Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, e Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

Em Caruaru, a agência está funcionando na Rua Padre Antônio Tomáz, número 127, no bairro Maurício de Nassau. O telefone para contato da agência é o (81) 3719-9480.

Confira as vagas:

Arcoverde
Comprador – 1
Eletricista de instalações -1
Office-boy – 1
Gerente de logística (armazenamento e distribuição) – 1

Caruaru
Auxiliar de linha de produção (Jovem Aprendiz) – 1
Mecânico de auto em geral – 1
Técnico de edificações – 1
Técnico em segurança do trabalho – 1
Vendedor pracista – 1

Garanhuns
Assistente administrativo – 1
Auxiliar de faturamento – 1
Gerente administrativo – 1
Gerente comercial – 1
Instalador de alarmes – 2
Operador de telemarketing ativo – 1

Pesqueira
Embalador, à mão – 1

Serra Talhada
Costureira de máquina overloque – 1
Vendedor Pracista – 1

Santa Cruz do Capibaribe
Ajudante de carga e descarga de mercadoria – 1
Atendente de Lojas – 2
Auxiliar de limpeza – 4
Borracheiro Auxiliar (borracheiro pra motos) – 1
Cortador de roupas – 1
Costureiro, a máquina na confecção em série – 3
Eletromecânico de Manutenção de Portas Automáticas (montar e instalar portas automáticas) – 1
Empregado Doméstico Diarista – 1
Enfestador de roupas – 1
Frentista – 1
Pedreiro – 5
Recepcionista de Hotel – 1
Serralheiro – 1
Supervisor de Vendas Comercial – 1
Técnico em manutenção de equipamentos de informática – 1
Vendedor interno – 4
Vendedor pracista – 4

Vagas para pessoas com deficiência

Caruaru
Auxiliar de almoxarifado – 1

Pesqueira
Atendente Balconista – 2

G1 Caruaru

Balanço: 9 assassinatos em 24 horas e acidente deixa um morto e 6 feridos na BR-104, em Cupira

Acidente na BR-104, em Cupira – Foto: PRF/Divulgação

Registrados 9 homicídios nesta segunda-feira (03) em Pernambuco. Entre as vítimas, uma mulher. Neste mês de outubro já são 18 assassinatos no Estado. Este ano, de janeiro até agora, são 2.562 crimes.

Em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, aconteceu em um feminicídio. Uma mulher foi assassinada pelo marido. Andrea Cristina Nunes, 43 anos, foi morta com dois tiros. Após o crime, o pedreiro José Luciano Silva de Aguiar, 47 anos, atirou na própria cabeça e foi socorrido para o Hospital da Restauração (HR), onde está custodiado.

Acidente

Um grave acidente de trânsito aconteceu na noite desta segunda-feira, na BR-104, em Cupira, Agreste pernambucano. Uma pessoa morreu e vários passageiros ficaram feridos. As vítimas foram socorridas por equipes do Samu.

De acordo com testemunhas, um Celta bateu de frente com uma caminhonete que seguia de Panelas com mudança para Caruaru. No veículo pequeno estavam 7 pessoas. Josiel Bernardino da Silva, 22 anos, morreu no local.

Cinco pessoas foram socorridas para o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, e uma criança de 4 anos foi para o Hospital da Restauração (HR), no Recife.

O motorista da caminhonete não ficou ferido. Ele realizou o teste do bafômetro e o resultado foi normal.


Jornalismo Liberdade

Homem é preso por tráfico em Caruaru


Policiais militares do 1º BIEsp apreenderam drogas e prenderam um suspeito, domingo (02/09), em local próximo ao Cemitério Parque dos Arcos, na Rua Bom Conselho, bairro Universitário, em Caruaru. O Batalhão recebeu informações que um homem, que estaria vestindo camisa listrada e bermuda jeans, faria uma entrega de entorpecentes.

Ele foi identificado e, ao ser revistado, estava com 1,19kg de maconha e outras 17 porções da mesma droga, 125g de cocaína e uma balança de precisão.

Diante dos fatos, o envolvido e todo o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia de Plantão, onde foram tomadas as medidas legais cabíveis.

Covid-19: primeiros testes de vacina brasileira terão 400 voluntários

SpiN-TEC é desenvolvida por pesquisadores da UFMG e Fiocruz


Os testes clínicos da vacina SpiN-TEC contra covid-19, desenvolvida por pesquisadores do CT Vacinas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vão começar com um grupo de 432 voluntários, segundo detalhes divulgados hoje (3), após a aprovação dos experimentos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a Fiocruz, os ensaios clínicos começam assim que a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) revalidar a aprovação concedida anteriormente, o que é necessário para contemplar as recomendações apresentadas no parecer da Anvisa.

Os testes clínicos, ou seja, os testes de uma vacina em humanos, incluem três fases antes de os desenvolvedores solicitarem o registro dos resultados às agências reguladoras. Na fase 1, é avaliada a segurança da vacina em um grupo pequeno de voluntários. Na fase 2, os pesquisadores aumentam o número de voluntários e testam também a resposta imunológica da vacina proposta. Por último, na fase 3, o número de voluntários é ainda maior, para que seja testada a eficácia da vacina na comparação com um grupo controle.

No caso dos testes da SpiN-TEC, os pesquisadores realizarão a fase 1 em 72 voluntários, para verificar possíveis efeitos colaterais da vacina, como dor de cabeça, dor local, febre, náusea, entre outros. Os voluntários serão observados durante um ano, mas a fase 2 poderá começar caso não haja problemas dentro de quatro a seis meses após o início da fase 1.

Na fase 2, o estudo contará com 360 voluntários. Além da segurança, os pesquisadores vão observar nessa etapa o nível de anticorpos gerados e a resposta dos linfócitos, estruturas que, juntas, poderão garantir a proteção do organismo contra o vírus SARS-CoV-2.

Segundo a Fiocruz, nas duas etapas, os voluntários serão divididos em dois grupos: um com participantes com idade entre 18 e 54 anos, que passará pelos testes primeiro; e outro, com pessoas com idade entre 55 e 85 anos. Os cientistas querem entender se a faixa etária pode interferir na resposta imunológica e também na segurança da vacina.

O lote clínico de vacinas que serão aplicadas nos 432 voluntários durante as fases 1 e 2 já está pronto. Segundo o pesquisador Ricardo Gazzinelli, coordenador do projeto, depois do desenvolvimento do processo de produção do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) no CT-Vacinas (Fiocruz/UFMG), o insumo foi transferido para a Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, onde ocorreu a fabricação do lote. O envase, por sua vez, foi realizado no Complexo Industrial Farmacêutico Cristália, em São Paulo.

Além de se provar eficaz, a SpiN-TEC precisará igualar ou superar a eficácia das vacinas já existentes no mercado, para que sua aprovação seja concedida, uma vez que a maioria da população já está imunizada e a vacina será usada como dose de reforço.

Caso seja aprovada nas primeiras duas fases, o imunizante ainda passará pela fase 3 de testes que deve envolver cerca de 4 mil voluntários, e a produção das vacinas que serão utilizadas contará com uma parceria que já foi firmada com a Fundação Ezequiel Dias (Funed), laboratório central do estado de Minas Gerais, para a fabricação do IFA. O envase deve ser feito por uma empresa brasileira do setor privado que já manifestou interesse na comercialização da SpiN-TEC em caso de confirmação de sua segurança e eficácia, segundo a Fiocruz.

Os testes laboratoriais realizados, até o momento, mostram que a vacina confere proteção contra o agravamento de casos de covid-19 sem causar efeitos colaterais relevantes em camundongos e primatas não humanos.
Nova tecnologia

A vacina SpiN-TEC tem tecnologia diferente das quatro vacinas contra covid-19 usadas até agora no Brasil: CoronaVac, AstraZeneca/Fiocruz, Pfizer e Janssen. Ela usa a fusão de duas proteínas do SARS-CoV-2, S e N, para formar uma proteína “quimera”. Segundo os desenvolvedores, essa associação confere à SpiN-TEC um diferencial em relação aos demais imunizantes, que miram apenas a proteína S, por ser aquela que o vírus utiliza para invadir as células humanas.

O problema de atacar apenas a proteína S é que ela também é a que mais acumulou mutações ao longo da evolução do novo coronavírus, o que deu às novas variantes mais eficiência contra os anticorpos neutralizantes. A proteína N, por outro lado, é menos sujeita às mutações que geraram novas variantes.

Além da segurança da vacina, o estudo em humanos quer provar que, por conter a quimera com as duas proteínas, a SpiN-TEC poderá oferecer proteção contra o coronavírus e suas variantes, sem dar a elas maior chance de escape.


Agência Brasil

Homem mata esposa dentro de casa e atira na própria cabeça em Jaboatão dos Guararapes

Andrea Nunes foi atingida por dois tiros e morreu no local. O marido dela foi levado para o hospital e autuado em flagrante por feminicídio, segundo a Polícia Civil.

Mulher é assassinada dentro de casa em Jaboatão dos Guararapes

Uma mulher de 43 anos foi morta a tiros pelo marido, nesta segunda-feira (3), na casa em que os dois viviam juntos, em Jardim Jordão, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Segundo a Polícia Civil, Andrea Cristina Nunes foi atingida por dois tiros e morreu no local. Depois, o marido dela, o pedreiro José Luciano Silva de Aguiar, 47, atirou na própria cabeça (veja vídeo acima).

O homem foi levado para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área central do Recife. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade de saúde, ele foi estabilizado e está na unidade de trauma, com quadro de saúde considerado estável.

José Luciano foi autuado em flagrante por feminicídio e atual encontra-se sob custódia na unidade de saúde. As investigações foram iniciadas pela Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

De acordo com o delegado José Luzia Correia, vizinhos afirmaram que conheciam o casal há bastante tempo e que a vítima e o marido brigavam muito. Eles também disseram que ela tinha sido vítima de violência outras vezes.

"Disseram que eles brigavam bastante e ele tinha tentado contra a vida dela umas três vezes em situações anteriores. Os parentes a aconselhavam a tomar cuidado, analisar se ainda deveria manter o relacionamento, mas ela escolheu continuar com ele", afirmou.

Terraço de casa onde mulher foi assassinada no bairro de Jardim Jordão, em Jaboatão dos Guararapes — Foto: Reprodução/TV Globo

O crime aconteceu por volta das 2h10. Na manhã desta segunda, a casa estava fechada e com marcas de sangue no terraço. Os vizinhos escutaram gritos e tiros. O casal tinha dois filhos juntos. Um deles ainda é uma criança, mas não estava na casa no momento do crime.

"Ele chegou ontem [domingo] e entrou em casa normal. Na madrugada, ouviram gritos, uma mulher pedindo socorro, e ouviram o primeiro disparo e ela dizendo 'meu Deus, meu Deus'. Depois, ele efetuou um disparo na própria boca, que vazou na face, e ele mesmo pediu socorro. Quando o filho deles chegou ao local, estavam os dois caídos", declarou José Luzia Correia.

A dona de casa Sandra Santos mora bem perto da casa onde aconteceu o crime. Ela disse que Andrea era uma pessoa alegre e querida na comunidade.

"A gente pensava que tinha sido o marido dela que tinha tirado a vida, mas o rapaz falou que ele tinha matado ela. Foi aquele choque, porque todo mundo gostava dela. Era uma boa pessoa, ajudava todo mundo aqui”, disse.

Outro vizinho, o promotor de vendas Joel Ferreira, afirmou que ficou revoltado com o que aconteceu. "A mulher hoje em dia não pode malhar, o homem quer matar, quer bater. Casamento não é isso. Não está dando certo, acaba o casamento, separa, segue em frente. Aí acaba com a vida dela, com a própria vida e deixa o filho sozinho. É uma família que se destruiu", declarou.

Violência de gênero

De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), entre janeiro e agosto deste ano foram registrados 54 crimes de feminicídio. A SDS não informou os dados relativos ao mês de setembro.

A SDS afirmou que, para evitar que o crime ocorra, conta com a Patrulha Maria da Penha, os plantões 190 e Delegacias da Mulher no Recife, em Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Cabo de Santo Agostinho, Paulista, Vitória de Santo Antão, Goiana, Caruaru, Surubim, Afogados da Ingazeira, Garanhuns, Petrolina, Arcoverde e Salgueiro.

Para denúncias e informações, a Ouvidoria Estadual da Mulher atende gratuitamente pelo telefone 0800-281-8187. Em caso de emergência policial, a orientação é ligar para o 190.

Por Bruno Fontes e Priscilla Aguiar, TV Globo e g1 PE

segunda-feira, 3 de outubro de 2022

Confira as vagas de emprego disponíveis nesta segunda-feira (3), em Caruaru e região

Oportunidades são para Arcoverde, Belo Jardim, Bezerros, Caruaru, Pesqueira, Garanhuns, Santa Cruz do Capibaribe e Serra Talhada.

As agências de trabalho estão com vagas abertas para esta segunda-feira (3), em Arcoverde, Bezerros, Belo Jardim, , Pesqueira, Garanhuns, Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, e Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

Em Caruaru, a agência está funcionando na Rua Padre Antônio Tomáz, número 127, no bairro Maurício de Nassau. O telefone para contato da agência é o (81) 3719-9480.
Confira as vagas:

Arcoverde
Auxiliar de contabilidade – 1
Auxiliar de escritório – 1
Auxiliar de mecânico de autos – 1
Auxiliar de orientação pedagógica (ESTÁGIO) – 1
Eletricista de instalações -1
Office-boy – 1
Operador de negócios – 1
Motorista de caminhão – 2

Belo Jardim
Almoxarife – 1
Técnico em segurança do trabalho – 1

Bezerros
Bilheteiro de transporte coletivo – 3
Recepcionista atendente – 1

Caruaru
Analista de marketing – 1
Analista de marketing – 1
Analista de negócios – 1
Auxiliar de costura – 1
Confeiteiro – 1
Costureira de máquina overloque – 1
Cozinheiro geral – 1
Encarregado de expedição – 1
Mecânico – 1
Mecânico de auto em geral – 1
Mecânico de manutenção de ônibus – 1
Operador de telemarketing ativo – 1
Vendedor pracista – 2

Garanhuns
Agente de segurança – 4
Ajudante de carga e descarga de mercadoria – 1
Ajudante de motorista – 1
Assistente administrativo – 1
Auxiliar administrativo – 1
Auxiliar de cozinha – 2
Auxiliar de linha de produção – 6
Cozinheiro geral – 2
Garçom – 3
Gerente comercial – 1
Motorista de caminhão – 2
Operador de máquinas fixas, em geral – 2
Supervisor de hospedagem (ter curso de inglês intermediário) – 1
Vendedor pracista – 1

Pesqueira
Auxiliar de padeiro – 1
Eletricista de Instalações Industriais – 1
Embalador, à mão – 1
Mecânico de Máquinas pesadas (manutenção) (possuir curso de mecânico de máquinas) – 1
Motorista de Caminhão (Rotas Regionais e Internacionais) – 2
Repositor – em Supermercados – 1

Serra Talhada
Empregado doméstico nos serviços gerais – 1
Costureira de máquina overloque – 1
Gerente de restaurante – 1
Montador de artefatos de madeira – 1
Motorista entregador – 3
Padeiro – 1
Vendedor pracista – 1

Santa Cruz do Capibaribe
Atendente de Farmácia – Balconista – 1
Atendente de Lojas – 2
Auxiliar de limpeza 4
Borracheiro Auxiliar (borracheiro pra motos) – 1
Cortador de roupas – 1
Costureiro, a máquina na confecção em série (ter prática em máquina overloque e reta) – 1
Costureiro, a máquina na confecção em série (ter prática em máquina overloque, reta e goleira) – 2
Enfestador de roupas – 1
Frentista – 1
Operador de Negócios (atender clientes de banco) – 1
Pedreiro – 5
Supervisor de Vendas Comercial – 1
Técnico em manutenção de equipamentos de informática – 1
Vendedor interno – 4
Vendedor pracista – 4

G1 Caruaru

Operação Eleições: Eleitor vai parar na delegacia em Petrolina/PE após gravar vídeo enquanto votava

Violar ou tentar violar sigilo do voto é considerado crime eleitoral


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada, na manhã deste domingo (2), após fiscal do TSE flagrar um eleitor gravando, com o uso de um celular, o momento em que usava a urna eletrônica. A tentativa de violação do sigilo do voto aconteceu na seção 200 da Zona 144, localizada em uma escola no centro de Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

A proibição do uso de aparelhos celulares nos locais de votação já havia sido amplamente divulgada. Em paralelo, a legislação eleitoral, a Lei 6.091, traz a prática e até mesmo a tentativa de violar o sigilo do voto como crime.

O eleitor confessou aos policias o uso do celular para registrar em vídeo suas opções de candidatos enquanto digitava os números na urna eletrônica. Ele juntamente com o aparelho telefônico foram encaminhados para a Polícia Civil.

Balanço: 16 pessoas são assassinadas no fim de semana em Pernambuco

Foto: Matheus Sampaio/TV-Globo

Registrados 16 homicídios no fim de semana em Pernambuco. Com estas mortes, o número de pessoas assassinadas no Estado passou para 2.553.

Em São Caetano, um jovem identificado apenas como Júnior foi assassinado a tiros na noite deste domingo (03). O crime aconteceu na Vila Paroquial 3. Autoria e motivação são desconhecidas.

No Agreste, além de São Caetano, aconteceram homicídios no fim de semana nos municípios de Riacho das Almas, Bezerros e Toritama.

No Recife, um motorista de transporte por aplicativo foi executado com vários tiros, no bairro da Macaxeira. Tiago Alves do Amaral, 35 anos, estava com três pessoas como passageiras, que também foram atingidas e socorridas.

Acidente

Um grave acidente de trânsito aconteceu na noite deste domingo na PE-90, no município de Vertentes, no Agreste. Foi uma colisão entre um carro e duas motos.

Um homem morreu e outro ficou ferido, sendo socorrido pelo Samu. As vítimas estavam nas motocicletas.


Jornalismo Liberdade

Eleições em Brejo da Madre de Deus (PE): Veja como foi a votação no 1º turno

Saiba como os eleitores do município votaram para os cargos de presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.


Brejo da Madre de Deus (PE) definiu os votos para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual no primeiro turno das eleições 2022, realizado neste domingo (2).

Os candidatos mais votados na cidade não foram necessariamente eleitos, já que esta é uma eleição de âmbito estadual e nacional. Os números abaixo se referem apenas aos votos em Brejo da Madre de Deus (PE)

Lula, do PT, foi o candidato mais votado para a Presidência da República na cidade. Para o cargo de governador de PE, Raquel Lyra, do PSDB, recebeu mais votos.

Ao fim da apuração na cidade, Lula, do PT, teve 67,49% dos votos para a Presidência (16.888 votos), enquanto Jair Bolsonaro foi a escolha de 28,54% dos eleitores (7.142 votos) do município.

Para o cargo de governador, Raquel Lyra recebeu 23,02% dos votos (5.135 votos) entre os eleitores de Brejo da Madre de Deus (PE). O segundo colocado nesse cenário foi Danilo Cabral, com 22,60% (5.042 votos).

Para o Senado, Teresa Leitão liderou as escolhas do município, com 9993 votos, vence quem obtiver a maior soma de votos no estado.

Eduardo da Fonte foi o mais votado pela cidade para ocupar um cargo na Câmara dos Deputados, com 5141 votos – para se eleger, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado para atingir o quociente eleitoral e partidário.

Para o cargo de deputado estadual, Tiago Pontes foi o mais votado pela cidade, com 4083 votos – assim como ocorre para o cargo federal, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado para atingir o quociente eleitoral e partidário.

A eleição em Brejo da Madre de Deus (PE) teve 21,36% de abstenção.

Veja abaixo como cada candidato se saiu em Brejo da Madre de Deus/PE:

Presidente da República - votação em Brejo da Madre de Deus (PE)

Lula (PT): 16.888 votos (67,49%)
Jair Bolsonaro (PL): 7.142 votos (28,54%)
Ciro Gomes (PDT): 588 votos (2,35%)
Simone Tebet (MDB): 284 votos (1,13%)
Soraya Thronicke (UNIÃO): 76 votos (0,30%)
Felipe D Avila (Novo): 21 votos (0,08%)
Padre Kelmon (PTB): 12 votos (0,05%)
Léo Péricles (UP): 4 votos (0,02%)
Sofia Manzano (PCB): 4 votos (0,02%)
Vera (PSTU): 3 votos (0,01%)
Constituinte Eymael (DC): 2 votos (0,01%)
Brancos - 1,80%
Nulos - 3,50%

Governador - votação em Brejo da Madre de Deus (PE)

Raquel Lyra (PSDB): 5.135 votos (23,02%)
Danilo Cabral (PSB): 5.042 votos (22,60%)
Miguel Coelho (UNIÃO): 4.289 votos (19,22%)
Marília Arraes (SD): 4.226 votos (18,94%)
Anderson Ferreira (PL): 3.544 votos (15,88%)
Pastor Wellington (PTB): 34 votos (0,15%)
João Arnaldo (PSOL): 20 votos (0,09%)
Jones Manoel (PCB): 18 votos (0,08%)
Jadilson Bombeiro (PMB): 2 votos (0,01%)
Claudia Ribeiro (PSTU): 1 votos (0,00%)
Brancos - 5,42%
Nulos - 10,15%

Senador - votação em Brejo da Madre de Deus (PE)

Teresa Leitão (PT): 9993 votos (49,04%)
Gilson Machado (PL): 7536 votos (36,98%)
Carlos Andrade Lima (UNIÃO BRASIL): 1229 votos (6,03%)
André de Paula (PSD): 1131 votos (5,55%)
Guilherme Coelho (PSDB): 434 votos (2,13%)
Eugênia Lima (PSOL): 24 votos (0,12%)
Dayse Medeiros (PSTU): 16 votos (0,08%)
Cantor Esteves Jacinto (PRTB): 14 votos (0,07%)
Roberta Rita (PCO): 0 votos (0,00%) *candidatura anulada - candidata recorre
Brancos - 10,22%
Nulos - 12,66%

Os 10 deputados federais mais votados em Brejo da Madre de Deus (PE)

Eduardo da Fonte (PROGRESSISTAS): 5141 votos (22,58%)
Renildo Calheiros (PCdoB): 2489 votos (10,93%)
Carlos Veras (PT): 1817 votos (7,98%)
Zé Augusto Maia (Solidariedade): 1817 votos (7,98%)
Robson Ferreira (PL): 1459 votos (6,41%)
Fernando Filho (UNIÃO BRASIL): 1093 votos (4,80%)
Pedro Campos (PSB): 876 votos (3,85%)
Charlles de Tiringa (PRTB): 720 votos (3,16%)
Clarissa Tércio (PROGRESSISTAS): 710 votos (3,12%)
André Ferreira (PL): 573 votos (2,52%)
Brancos - 8,15%
Nulos - 5,67%

Os 10 deputados estaduais mais votados em Brejo da Madre de Deus (PE)

Tiago Pontes (Republicanos): 4083 votos (18,06%)
Waldemar Borges (PSB): 2583 votos (11,43%)
Edson Vieira (UNIÃO BRASIL): 1967 votos (8,70%)
Doriel (PT): 1654 votos (7,32%)
Allan Carneiro (Cidadania): 1310 votos (5,80%)
Santos Farias (Solidariedade): 1107 votos (4,90%)
Diogo Moraes (PSB): 1062 votos (4,70%)
Abimael Santos (PL): 911 votos (4,03%)
Delegado Lessa (PROGRESSISTAS): 765 votos (3,38%)
Coronel Alberto Feitosa (PL): 601 votos (2,66%)
Brancos - 8,71%
Nulos - 5,75%

Esta reportagem foi produzida de modo automático, com o apoio de um sistema de inteligência artificial e dados fornecidos em tempo real pelo Tribunal Superior Eleitoral. Se houver novas informações relevantes, a reportagem pode ser atualizada. Clique aqui para saber mais sobre o sistema de inteligência artificial usado pelo g1.

Se você perceber algum erro nas informações desta reportagem, por favor nos informe por meio do formulário disponível neste link


G1 PE

Eleições em Santa Cruz do Capibaribe (PE): Veja como foi a votação no 1º turno

Saiba como os eleitores do município votaram para os cargos de presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.


Santa Cruz do Capibaribe (PE) definiu os votos para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual no primeiro turno das eleições 2022, realizado neste domingo (2).

Os candidatos mais votados na cidade não foram necessariamente eleitos, já que esta é uma eleição de âmbito estadual e nacional. Os números abaixo se referem apenas aos votos em Santa Cruz do Capibaribe (PE)

Jair Bolsonaro, do PL, foi o candidato mais votado para a Presidência da República na cidade. Para o cargo de governador de PE, Miguel Coelho, do UNIÃO, recebeu mais votos.

Ao fim da apuração na cidade, Jair Bolsonaro, do PL, teve 48,31% dos votos para a Presidência (24.637 votos), enquanto Lula foi a escolha de 46,11% dos eleitores (23.517 votos) do município.

Para o cargo de governador, Miguel Coelho recebeu 27,07% dos votos (12.899 votos) entre os eleitores de Santa Cruz do Capibaribe (PE). O segundo colocado nesse cenário foi Anderson Ferreira, com 25,22% (12.018 votos).

Para o Senado, Gilson Machado liderou as escolhas do município, com 20203 votos, vence quem obtiver a maior soma de votos no estado.

Robson Ferreira foi o mais votado pela cidade para ocupar um cargo na Câmara dos Deputados, com 10576 votos – para se eleger, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado para atingir o quociente eleitoral e partidário.

Para o cargo de deputado estadual, Diogo Moraes foi o mais votado pela cidade, com 13402 votos – assim como ocorre para o cargo federal, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado para atingir o quociente eleitoral e partidário.

A eleição em Santa Cruz do Capibaribe (PE) teve 14,01% de abstenção.

Veja abaixo como cada candidato se saiu em Santa Cruz do Capibaribe/PE:

Presidente da República - votação em Santa Cruz do Capibaribe (PE)

Jair Bolsonaro (PL): 24.637 votos (48,31%)
Lula (PT): 23.517 votos (46,11%)
Ciro Gomes (PDT): 1.654 votos (3,24%)
Simone Tebet (MDB): 852 votos (1,67%)
Soraya Thronicke (UNIÃO): 201 votos (0,39%)
Felipe D Avila (Novo): 104 votos (0,20%)
Padre Kelmon (PTB): 16 votos (0,03%)
Sofia Manzano (PCB): 7 votos (0,01%)
Vera (PSTU): 5 votos (0,01%)
Léo Péricles (UP): 4 votos (0,01%)
Constituinte Eymael (DC): 1 votos (0,00%)
Brancos - 1,41%
Nulos - 2,61%

Governador - votação em Santa Cruz do Capibaribe (PE)

Miguel Coelho (UNIÃO): 12.899 votos (27,07%)
Anderson Ferreira (PL): 12.018 votos (25,22%)
Raquel Lyra (PSDB): 9.100 votos (19,10%)
Marília Arraes (SD): 7.910 votos (16,60%)
Danilo Cabral (PSB): 5.508 votos (11,56%)
Jones Manoel (PCB): 139 votos (0,29%)
João Arnaldo (PSOL): 38 votos (0,08%)
Pastor Wellington (PTB): 24 votos (0,05%)
Jadilson Bombeiro (PMB): 8 votos (0,02%)
Claudia Ribeiro (PSTU): 6 votos (0,01%)
Brancos - 3,94%
Nulos - 6,36%

Senador - votação em Santa Cruz do Capibaribe (PE)

Gilson Machado (PL): 20203 votos (45,64%)
Teresa Leitão (PT): 15249 votos (34,45%)
Carlos Andrade Lima (UNIÃO BRASIL): 4492 votos (10,15%)
André de Paula (PSD): 2611 votos (5,90%)
Guilherme Coelho (PSDB): 1431 votos (3,23%)
Eugênia Lima (PSOL): 180 votos (0,41%)
Cantor Esteves Jacinto (PRTB): 56 votos (0,13%)
Dayse Medeiros (PSTU): 43 votos (0,10%)
Roberta Rita (PCO): 5 votos (0,01%) *candidatura anulada - candidata recorre
Brancos - 8,01%
Nulos - 8,65%

Os 10 deputados federais mais votados em Santa Cruz do Capibaribe (PE)

Robson Ferreira (PL): 10576 votos (22,07%)
Eduardo da Fonte (PROGRESSISTAS): 10022 votos (20,91%)
Zé Augusto Maia (Solidariedade): 8283 votos (17,28%)
Fernando Filho (UNIÃO BRASIL): 4211 votos (8,79%)
Clarissa Tércio (PROGRESSISTAS): 1781 votos (3,72%)
Mendonça Filho (UNIÃO BRASIL): 1096 votos (2,29%)
Pastor Eurico (PL): 1085 votos (2,26%)
Raul Henry (MDB): 975 votos (2,03%)
Túlio Gadelha (Rede): 855 votos (1,78%)
Charlles de Tiringa (PRTB): 803 votos (1,68%)
Brancos - 5,45%
Nulos - 4,32%


Os 10 deputados estaduais mais votados em Santa Cruz do Capibaribe (PE)

Diogo Moraes (PSB): 13402 votos (28,10%)
Allan Carneiro (Cidadania): 9572 votos (20,07%)
Edson Vieira (UNIÃO BRASIL): 8588 votos (18,00%)
Abimael Santos (PL): 2873 votos (6,02%)
Coronel Alberto Feitosa (PL): 1951 votos (4,09%)
Pastor Junior Tercio (PROGRESSISTAS): 1468 votos (3,08%)
Delegado Lessa (PROGRESSISTAS): 1042 votos (2,18%)
Adalto Santos (PROGRESSISTAS): 754 votos (1,58%)
William Brigido (Republicanos): 436 votos (0,91%)
Romero (UNIÃO BRASIL): 384 votos (0,81%)
Brancos - 5,75%
Nulos - 4,45%

Esta reportagem foi produzida de modo automático, com o apoio de um sistema de inteligência artificial e dados fornecidos em tempo real pelo Tribunal Superior Eleitoral. Se houver novas informações relevantes, a reportagem pode ser atualizada. Clique aqui para saber mais sobre o sistema de inteligência artificial usado pelo g1.

Se você perceber algum erro nas informações desta reportagem, por favor nos informe por meio do formulário disponível neste link

Marília Arraes e Raquel Lyra disputam segundo turno em Pernambuco

É a primeira vez que o estado vai ter uma governadora eleita.

Marília Arraes (SD) e Raquel Lyra (PSDB) disputam o segundo turno para o governo de PE

O segundo turno das eleições para governador de Pernambuco será disputado pelas candidatas Marília Arraes (Solidariedade) e Raquel Lyra (PSDB). Esta é a primeira vez na história que uma mulher chega ao segundo turno das eleições estaduais. Com isso, Pernambuco terá, pela primeira vez, uma governadora eleita.

Marília e Raquel disputam pela primeira vez o Executivo estadual, que há 16 anos é governado pelo PSB, nas gestões de Eduardo Campos, por duas vezes, e de Paulo Câmara, por mais duas.

Com 100% das urnas apuradas, Marília Arraes teve 1.175.651 votos, o que equivale a 23,97% dos votos válidos. Raquel Lyra teve 1.009.556 votos, ou 20,58% dos votos válidos. A votação dos candidatos foi a seguinte:

Marília Arraes (Solidariedade): 23,97% (1.175.651 votos);
Raquel Lyra (PSDB): 20,58% (1.009.556 votos);
Anderson Ferreira (PL): 18,15% (890.220 votos);
Danilo Cabral (PSB): 18,06% (885.994 votos);
Miguel Coelho (União Brasil): 18,04% (884.941 votos);
Jones Manoel (PCB): 0,69% (33.931 votos);
João Arnaldo (PSOL): 0,26% (12.558 votos);
Pastor Wellington (PTB): 0,16% (8.020 votos);
Jadilson Bombeiro (PMB): 0,05% (2.435 votos);
Claudia Ribeiro (PSTU): 0,04% (1.745 votos).

Campanha

Marília Arraes (Solidariedade) e Raquel Lyra (PSDB) — Foto: Pedro Alves/g1 e Marlon Costa/Pernambuco Press

Marília Arraes liderou de forma isolada todas as pesquisas de intenção de voto desde o início da campanha. Em 6 de setembro, chegou a ter 38%, segundo pesquisa realizada pelo Ipec (ex-Ibope). Também de acordo com levantamentos do Ipec, Raquel Lyra, em toda a campanha, esteve em segundo lugar, empatada tecnicamente com outros três candidatos: Miguel Coelho (União Brasil), Danilo Cabral (PSB) e Anderson Ferreira (PL).

Durante a pré-campanha e em todo o período eleitoral, Marília Arraes tentou associar a imagem dela à do ex-presidente Lula (PT), aproveitando-se da relação de proximidade que tem com o petista. Mas Lula, devido à aliança nacional com o PSB, apoiava oficialmente o candidato da Frente Popular de Pernambuco, Danilo Cabral (PSB).

A imagem de Lula foi disputada por Marília e Danilo. No estado natal do ex-presidente, ele sempre teve mais de 60% das intenções de voto para as eleições deste ano, segundo as pesquisas divulgadas pelo Ipec.

Usando sempre roupas vermelhas, Marília Arraes chegou a ser alvo de ações judiciais com autoria do PSB, para que ela fosse impedida de usar imagens de Lula na campanha, mas isso foi negado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco. Entretanto, o tribunal proibiu que ela e a militância usassem peças com símbolo e sigla do PT.

Raquel Lyra apoiava Simone Tebet (MDB) na disputa pela Presidência, mas por poucas vezes citou a senadora nas campanhas. No estado, a candidata ao Planalto tinha cerca de 2% de intenções de voto, de acordo com o Ipec.

Nas entrevistas, enquanto Marília Arraes buscava se viabilizar por meio de críticas ao PSB e apoio ao governo de Lula, Raquel Lyra falava sobre a experiência em cargos no estado, durante o governo de Eduardo Campos, e na prefeitura de Caruaru.

Ambas, no entanto, disparavam críticas aos governos de Paulo Câmara, mesmo tendo participado de gestões do PSB. O pai de Raquel, João Lyra Neto, foi vice de Eduardo Campos, em 2010, e assumiu o governo quando o então governador saiu para ser candidato à Presidência da República, em 2014.

Nas duas chapas, houve a tentativa de dialogar com diferentes regiões do estado. Marília Arraes, sendo do Recife, escolheu para candidato a vice o deputado federal Sebastião Oliveira (Avante), cuja base é do Sertão.

Raquel Lyra, que é do Agreste pernambucano, escolheu para candidata a vice a deputada estadual Priscila Krause, que por dez anos foi vereadora do Recife e tem atuação concentrada principalmente no Grande Recife.

Primeira governadora mulher

No dia 30 de outubro, Pernambuco conhecerá a primeira governadora eleita da história. Uma mulher já ocupou o cargo: a atual vice-governadora Luciana Santos (PCdoB), durante as gestões de Paulo Câmara (PSB), entre 2015 e 2022. Mas ela assumiu o executivo apenas temporariamente, em algumas ocasiões, como em 2019 e 2021.

Em toda a história, apenas sete mulheres disputaram o governo de Pernambuco. Na atual disputa, o PSTU também teve uma postulante, Cláudia Ribeiro.

A que obteve a maior votação, até então, foi Dani Portela (PSOL), em 2018. Ela teve 188.087 votos, equivalente a 4,97% dos votos válidos. Antes, Kátia Telles (PSTU) teve 8.718 (0,21%), em 2006; Ana Lins Gomes (PSTU) teve 6.547 (0,19%), em 2002; e Maria Lucia Marques (PSC) teve 29.683 (1,05%), em 1998.

Segundo turno pela segunda vez

Esta é a segunda vez na história do estado que haverá segundo turno na disputa pelo governo. A primeira foi em 2006, entre o ex-governador Eduardo Campos (PSB), que morreu em 2014 em um acidente aéreo, e Mendonça Filho, que era do PFL, partido que se tornou o DEM e, depois, o União Brasil.

Naquela eleição, Eduardo começou o primeiro turno em terceiro lugar, atrás de Humberto Costa (PT), atualmente senador, e de Mendonça Filho, que era o governador do estado. Campos venceu Mendonça no segundo turno e depois foi reeleito, em 2010.

Trajetória política das candidatas

Marília Arraes

Recifense, Marília Arraes tem 38 anos e é deputada federal. É advogada, foi vereadora da capital pernambucana por três mandatos e está no terceiro partido de sua carreira política.

Ela é mãe de Maria Isabel, de 7 anos, e de Maria Bárbara, de oito meses. Está grávida de outra menina, que vai se chamar Maria Magdalena, mesmo nome de Magdalena Arraes, viúva do ex-governador e avô de Marília, Miguel Arraes.

Marília começou a carreira política no PSB, legenda à qual se filiou em 2005, ano da morte do avô Miguel Arraes, que presidiu o partido. Foi pelo PSB que ela se elegeu vereadora do Recife pela primeira vez, em 2008. Se manteve no mesmo partido até 2016, ano em que se filiou ao PT.

Em 2014, ainda no PSB, Marília Arraes apoiou a candidatura à presidência da República de Dilma Rousseff (PT), em detrimento da candidatura à presidência do primo Eduardo Campos (PSB), ex-governador de Pernambuco.

Em seus dois últimos anos no PSB, entre 2014 e 2016, Marília Arraes discordou de posições e orientações do partido.

O desgaste piorou ao longo dos anos e, em 2016, culminou na desfiliação da então vereadora do PSB. Em uma carta publicada nas redes sociais, na época, ela relatou ter sido vítima de ofensas desde 2014 e acusou o partido de não ter democracia interna.

A candidatura de Marília Arraes ao governo é cogitada desde 2018, quando ela ainda era filiada ao PT. No entanto, a possibilidade, mesmo tendo sido aprovada pelo diretório estadual da legenda, foi limada pelo Partido dos Trabalhadores em prol do apoio à reeleição do governador Paulo Câmara (PSB).

Marília se candidatou a prefeita do Recife em 2020, sendo derrotada por seu primo, João Campos (PSB), filho do ex-governador Eduardo Campos. A campanha deixou rusgas na relação de Marília com o PT.

Para as eleições de 2022, o nome dela era novamente cogitado, e apoiado pela militância do partido. O PT, no entanto, fechou apoio ao PSB, em nome da aliança nacional que lançou o nome de Geraldo Alckmin (PSB) na chapa com Lula.

Diante disso, Marília Arraes passou a se movimentar para sair do partido. Houve, então, uma reunião do Grupo Tático Eleitoral do PT, que, sem que ela estivesse presente, anunciou o nome dela ao Senado. Ela respondeu com uma postagem nas redes sociais, em que disse ter o nome utilizado como “massa de manobra”.

Poucos dias depois, a candidata deixou o PT e se filiou ao Solidariedade. A ata de filiação foi abonada pelo presidente nacional da legenda, deputado federal Paulinho da Força. No mesmo dia, Marília Arraes tornou-se presidente do partido e anunciou a pré-candidatura.

Raquel Lyra

Raquel Lyra nasceu no Recife, tem 43 anos e foi prefeita de Caruaru, no Agreste, por dois mandatos consecutivos. Renunciou ao cargo em março deste ano, para concorrer ao governo. Entre 2007 e 2016, foi filiada ao PSB e, em 2016, se filiou ao PSDB, partido do qual faz parte atualmente.

Ela é mãe de João, de 12 anos, e de Fernando, de 10 anos. O mais velho tem o mesmo nome do pai de Raquel, João Lyra Neto (PSDB), que foi vice-governador de Eduardo Campos e assumiu o governo em 2014, quando Campos deixou o cargo para concorrer à Presidência.

Raquel era casada com o empresário Fernando Lucena, que morreu na manhã deste domingo. Ele estava em casa, em Caruaru, no Agreste, quando se sentiu mal. Chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu.

Raquel Lyra é advogada formada pela UFPE. Já foi advogada do Banco do Nordeste e, em 2002, assumiu o cargo de delegada da Polícia Federal, onde permaneceu até 2005. Ela renunciou ao cargo após passar no concurso para a Procuradoria-Geral do Estado (PGE).

Durante a gestão de Eduardo Campos, foi chefe da Procuradoria de Apoio Jurídico e Legislativo do governo, entre 2007 e 2010. Foi eleita deputada estadual em 2010, mas licenciou-se do cargo para assumir a Secretaria da Criança e da Juventude no segundo mandato de Eduardo Campos. Em 2014, foi reeleita deputada estadual.

Em 2016, foi eleita em primeiro turno a primeira mulher prefeita de Caruaru, sendo reeleita em 2020.

Propostas

Entre as propostas de Marília Arraes está o investimento de 1% da receita corrente líquida do estado em políticas de habitação. Na saúde, ela prometeu criar “Casas da Mulher Pernambucana”, para ampliar o acesso de mulheres grávidas a serviços de saúde, bem como a criação do programa Mais Médicos Pernambuco, para custear a graduação de medicina de estudantes de escola pública para que eles se comprometam a passar três anos no interior.

Marília Arraes também propôs a criação de um bilhete único para desempregados e pessoas pobres, bem como concluir obras de estradas, barragens e adutoras, e construir o Arco Metropolitano, respeitando o mínimo impacto ambiental. Na segurança pública, prometeu atualizar o Pacto Pela Vida e criar Delegacia da Mulher Itinerante.

Raquel Lyra, por sua vez, prometeu criar 60 mil vagas em creches em todo o estado, e conceder benefício mensal de R$ 300 para mães pobres. Ela afirmou que vai investir na integração do ensino médio ao ensino técnico e criar uma Poupança Escola, para reduzir os índices de evasão escolas.

Na segurança pública, ela propôs criar o programa Juntos pela Segurança, com políticas sociais para incentivar a cultura de paz e a criação de patrulhas Maria da Penha nos municípios. Ela afirmou que vai construir centros terapêuticos regionalizados para pessoas com deficiência, bem como construir um hospital de câncer no Sertão e concluir obras em outras unidades. Ela também disse que vai promover um “choque de gestão” na Compesa e dialogar com o governo federal para resolver os problemas do Metrô do Recife.


Por Pedro Alves e Ricardo Novelino, g1 PE

domingo, 2 de outubro de 2022

Operação Eleições: PRF flagra transporte ilegal de eleitores em Garanhuns/PE

Van transportava eleitores para a cidade de Bom Conselho; "santinhos" também foram encontrados no veículo


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou mais um crime eleitoral neste sábado (1º). Desse vez o flagrante foi de transporte ilegal de eleitores. Uma Van levava sete pessoas de Recife para o município de Bom Conselho, no Agreste pernambucano. O veículo foi abordado durante fiscalização na BR-423, em Garanhuns.

De acordo com o motorista ele havia sido contrato pela prefeitura do interior para realizar o transporte. Já os passageiros disseram ser eleitores com seções em Bom Conselho, que o motivo da viagem era a votação e que nada pagariam pelo transporte.

No veículo, os PRFs encontraram ainda uma sacola com material de divulgação, popularmente conhecido como "santinhos", de candidatos ao cargo de deputado.

Diante do que foi observado, a ocorrência foi registrada como crime eleitoral, conforme a Lei 6.091 que diz ser proibido o fornecimento gratuito de transporte coletivo para eleitores.

Operação Eleições: PRF descobre material de campanha eleitoral e R$10 mil durante fiscalização em Serra Talhada/PE

Além do dinheiro em espécie, "santinhos", adesivos e até uísque estavam no interior do veículo abordado
Em notas de 50 estavam os R$ 10 mil encontrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), neste sábado (1°), véspera das eleições 2022, durante fiscalização na BR- 232 em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

O dinheiro foi encontrado envolto de um saco plástico preto e dentro do porta-luvas de um veículo Cruze. O motorista disse ter pego o veículo emprestado e não tinha conhecimento de que transportava as células, do mesmo modo que desconhecia a existência de material de campanha ("santinhos" e adesivos) e uma caixa com 12 garrafas de uísques no porta-malas do carro.

Em contato com a proprietária, o motorista disse que, segundo ela, os R$10 mil seria para a compra de um telefone celular e que o valor nada tinha de relação com o material de campanha.

Diante da suspeita de crime eleitoral, a ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil.

Candidatos ao governo de PE, amigos e familiares lamentam morte do marido Raquel Lyra

Fernando Lucena estava em casa quando passou mal na manhã deste domingo (2). Raquel Lyra é candidata pelo PSDB e está em segundo lugar na pesquisa divulgada pelo Ipec.

Raquel Lyra com o marido Fernando Lucena — Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Os candidatos ao governo de PE, amigos e familiares lamentam morte do marido Raquel Lyra. Fernando Lunena morreu na manhã deste domingo (2), aos 44 anos, na residência do casal.

Por meio de nota e nas redes sociais, a família de Raquel de Lyra comunicou com profunda dor, que o empresário Fernando Lucena, marido de Raquel e pai de João e Fernando, faleceu, vítima de um mal súbito. Raquel Lyra e sua família agradecem as manifestações de solidariedade que vêm recebendo e contam com a compreensão de todos neste momento tão difícil.

O prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro, recebeu a informação do falecimento do amigo Fernando Lucena, marido da ex-prefeita Raquel Lyra e declarou: "Ainda impactado com esta triste notícia, presto solidariedade através da minha companheira de luta por Caruaru, Raquel Lyra, neste momento de dor, por esta irreparável perda. Rogamos a Deus para que possa confortar familiares e amigos nesse momento de imensa dor".

O candidato ao governo de Pernambuco, Danilo Cabral também lamentou. "Quero expressar meu sentimento de profundo pesar a Raquel e família, que enfrentam a dor da perda do seu marido, Fernando Lucena. Em nome da minha família, desejo força para atravessar este momento de profunda tristeza. Nada é superior ao conforto da fé. Desejo que Deus os ilumine".

Marília Arraes, também candidata ao governo, expressou solidariedade a Raquel Lyra e toda família. "Eu e Raquel somos adversárias, mas sempre tivemos uma boa relação, conhecia Fernando, fiquei muito chocada, acabei de saber da notícia e me solidarizo muito com ela, inclusive tentei ligar pra ela agora a pouco, não consegui, ela deve estar em um momento muito difícil, mas falei com uma pessoa da família. A gente fica até sem sem ter o que dizer porque é uma coisa tão inusitada, uma tragédia tão grande que não tem nem o que falar".

Gilson Machado, candidato ao senado por Pernambuco, prestou solidariedade a candidata ao governo Raquel Lyra, pelo falecimento do seu esposo Fernando Lucena. “Lamento profundamente o falecimento de Fernando Lucena, marido da minha amiga Raquel Lyra. Que neste momento de dor, Deus dê forças a familiares e amigos.”


G1 Caruaru

Morre marido de Raquel Lyra, candidata ao Governo de Pernambuco

Fernando Lucena estava em casa quando passou mal.

Raquel Lyra com o marido Fernando Lucena — Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Morreu na manhã deste domingo (2) Fernando Lucena, marido da candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A informação foi confirmada pelo prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro.

Fernando Lucena, de 44 anos, estava em casa quando passou mal. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado para a residência, onde realizou os primeiros atendimentos. A causa da morte ainda não foi divulgado.

A candidata a vice-governadora Priscilla Krause já está na residência de Raquel Lyra, junto com a comitiva, familiares e amigos. O pai de Fernando Lucena se sentiu mal ao receber a notícia da morte do filho, ele recebeu atendimento médico e já está em casa.

O velório de Fernando Lucena está marcado para 13h, no Cemitério Parque dos Arcos, em Caruaru. O sepultamento está previsto para as 17h30 deste domingo (2).

Prédio onde mora Raquel Lyra — Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca

Raquel Lyra

Raquel Lyra é candidata pelo PSDB e está em segundo lugar na pesquisa divulgada pelo Ipec neste sábado (1º). Ela nasceu no Recife em 2 de dezembro de 1978, é casada e tem dois filhos. A tucana é formada em direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), atuou como delegada da Polícia Federal até 2005. Já foi eleita deputada estadual por duas vezes, sendo a mulher mais votada para a Assembleia Legislativa, foi também secretária da Criança e da Juventude (SCJ), e prefeita do município de Caruaru por duas vezes.

No dia 31 de março deste ano, Raquel Lyra renunciou à Prefeitura de Caruaru, para concorrer ao Governo de Pernambuco nas Eleições 2022. Ao ler a carta de renúncia, a ex-prefeita da Capital do Agreste relembrou sua carreira na política, e agradeceu ao povo caruaruense. "Quero agradecer ao povo de Caruaru, é uma honra ter sido prefeita deste município. Caruaru me projetou para novos desafios e Pernambuco agora me chama", disse Raquel Lyra.

G1 Caruaru