terça-feira, 16 de julho de 2024

Confira quem são os pré-candidatos à Prefeitura de Caruaru

Pré-candidatos à Prefeitura de Caruaru. — Foto: Arte / Thiago Henrique

As convenções partidárias para as eleições municipais de 2024, quando são lançados oficialmente os candidatos, só podem acontecer entre 20 de julho e 5 de agosto, mas, em Caruaru, alguns pré-candidatos já foram lançados pelos partidos e federações.

Após a definição dos nomes, as agremiações têm até 15 de agosto para realizar o registro na Justiça Eleitoral. O primeiro turno das eleições municipais de 2024 vai acontecer no dia 6 de outubro em todo o país para definir os novos prefeitos e vereadores das 5.570 cidades do Brasil.

Confira a lista de pré-candidatos à prefeitura de Caruaru, até o momento (em ordem alfabética):

As informações desta matéria são atualizadas à medida em que os pré-candidatos são confirmados e que as assessorias de comunicação respondem a produção do g1 Caruaru e região.

Armandinho (Solidariedade)
Armandinho. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação

O pré-candidato à Prefeitura de Caruaru, Armandinho, é professor com graduações em Pedagogia e Educação Física.Também possui formação na Escola de formação de lideranças políticas do Brasil (RenovaBR). É acadêmico titular da Academia Caruaruense de Cultura, Ciências e Letras de Caruaru (Acaccil), onde também exerce a função de Diretor de Cultura na atual gestão.

Atuou na educação superior nas seguintes instituições de ensino: Centro Universitário Tabosa de Almeida (Asces Unita) e Centro Universitário Maurício de Nassau (Unissau). Até a última atualização desta reportagem, o pré-candidato possui aliança com três partidos políticos: Solidariedade, Democracia Cristã e o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB). Como vice-prefeito, ainda não possui nenhum candidato definido.

Erick Lessa (Republicanos)
Erick Lessa. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação

Erick da Silva Lessa é alagoano, estabeleceu-se em Caruaru em 2008. Delegado de Polícia Civil, formado em Direito e Especialista em Segurança Pública, foi Diretor Operacional e Regional da Polícia Civil. Atuou como professor universitário, destacando-se em operações como a Ponto Final e Tutela. Em 2016, candidatou-se a prefeito de Caruaru e, em 2018, elegeu-se deputado estadual.

Candidatou-se novamente a prefeito em 2020, ficando em 2º lugar. Como deputado criou a Frente Parlamentar de Segurança Pública e destinou recursos para a Delegacia da Mulher e combate ao crime organizado.O lançamento da candidatura oficial será relizado no próximo dia 20 de julho, na convenção partidária dos Republicanos, e deve contar com a presença do Ministro Silvio Costa Fillho e do Presidente em exercício do partido estadual Samuel Andrade, além de outras lideranças estaduais.

Fernando Rodolfo (PL)
Fernando Rodolfo. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação

Fernando Rodolfo Tenório de Vasconcelos, de 40 anos, nasceu em Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco. Jornalista com mais de 15 anos de atividade, trabalhou em rádio e televisão. Deixou uma emissora de TV local em 2018, quando disputou um mandato de deputado federal. Foi eleito com 52.824 votos, sendo 28.597 somente em Caruaru.

Em 2022, foi reeleito com 60.088 votos. No ano passado, Fernando Rodolfo foi escolhido como o primeiro Presidente da Comissão Permanente da Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família. Atualmente, integra as comissões de: Justiça e de Cidadania da Câmara e a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional. A pré-candidatura já foi lançada pelo Partido Liberal (PL), a convenção deve ser realizada no prazo final, no mês de agosto.

José Queiroz (PDT)
José Queiroz. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação.

José Queiroz começou a vida pública no Movimento Democrático Brasileiro (MDB), que era o partido de oposição à ditadura. Logo em seguida migrou para o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e nunca mais trocou de partido. Já são 35 anos na mesma sigla política. É bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Caruaru (Asces Unita) e tem curso de Especialização em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro.

O pré-candidato também atuou como bancário e radialista. Em 1990 também foi candidato ao Senado. Foi Prefeito de Caruaru por quatro mandatos, entre os seguintes anos: (1983 a 1988), (1993 a 1996), (2009 a 2012) e (2013 a 2016). José Queiroz teve cinco mandatos de deputado estadual e foi Presidente da Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa.

Michele Santos (PSOL)
Michele Santos. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação

Michelle Santos é Advogada Popular e Mobilizadora Social há 27 anos. Iniciou a militância no Movimento Estudantil Secundarista aos 12 anos. Já são 25 anos de militância junto a movimentos sociais de luta por terra, moradia e garantia dos direitos das mulheres. A pré-candidata se filiou ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) em 2015.

Já se candidatou para os cargos de deputada, vice-prefeita e vereadora. Vai disputar uma eleição pela quarta vez. Em 2021 foi convidada para atuar como Advogada da Comissão de Cidadania Direitos Humanos e Participação Popular da Assembleia Legislativa de Pernambuco. Nesse espaço, atuou com os movimentos e organizações sociais, Ministério Público da União e do Estado, Defensorias Públicas e demais órgãos da administração pública direta e indireta.

Raffiê Dellon (UB)
Raffiê Dellon. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação

Raffiê Dellon, de 33 anos, é caruaruense, administrador por formação, Pós-graduado em Gestão Pública e Mestrando em Inovação. Foi Diretor da Junta Comercial de Pernambuco em Caruaru, Diretor do Detran em Caruaru, ambos sendo o mais jovem da história dos órgãos.

É formado pelo Renova Brasil, escola de formação política do país, foi Assessor Executivo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Raffiê é professor Universitário, Secretário-geral do União Brasil(UB), em Caruaru e Segundo Suplente de Deputado Estadual em Pernambuco. A previsão da Convenção do UB Caruaru está pré-marcada para o dia 3 de agosto. O pré-candidato, aguarda um direcionamento da Executiva Nacional do partido para os detalhes finais.

Rodrigo Pinheiro (PSDB)
Rodrigo Pinheiro. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação

Formado em Marketing e MBA em Gestão Imobiliária, Rodrigo Pinheiro é natural de Caruaru, empresário e atua como membro da Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) por mais de 15 anos no setor da Construção Civil. Já foi coordenador da Câmara Setorial dos Corretores de Imóveis.

A carreira política do atual Prefeito de Caruaru ganhou destaque em 2016 quando foi eleito vice-prefeito ao lado de Raquel Lyra. Em 2020, Rodrigo Pinheiro foi reeleito no cargo de vice-prefeito, junto com a então prefeita reeleita Raquel Lyra. No final de março de 2022, Rodrigo assumiu a Prefeitura de Caruaru onde exerce o cargo de prefeito. Atualmente está filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Ele recebeu apoio da atual governadora de Pernambuco para reeleição municipal.

Tonynho Rodrigues (MDB)
Tonynho Rodrigues. — Foto: Divulgação / Assessoria de Comunicação

Antonio Geraldo Rodrigues da Silva Filho, conhecido como Tonynho Rodrigues é empresário e filho de Tony Gel, ex-prefeito Caruaru, e de Miriam Lacerda, ex-deputada estadual. Filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), foi candidato a Deputado Federal nas Eleições em 2022. Tonynho também foi diretor de marketing da Empetur (2023 a 2024).

No cargo, realizou ações para fomentar a cultura e o turismo em Pernambuco, como o incentivo ao Passaporte Pernambuco, iniciativas de divulgação do Carnaval e São João do estado.O pré-candidato a prefeito de Caruaru disputou eleições pela primeira vez em 2022, para o cargo de Deputado Federal, e obteve 16.859 votos. Em 2024, Tonynho Rodrigues está como pré-candidato a prefeito de Caruaru pelo MDB.
Fonte: G1 Caruaru

segunda-feira, 15 de julho de 2024

No primeiro semestre, Pernambuco atinge média de quase 150 casos de violência doméstica por dia

 

Foto: Rafael Vieira/Arquivo DP

Em Pernambuco, no primeiro semestre deste ano, quase 150 mulheres foram vítimas de violência doméstica por dia.

Os dados são divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS).

São contabilizados casos de morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico, além de danos moral e patrimonial.

Segundo a pasta, nos seis primeiros meses de 2024, o Estado registrou 26.752 ocorrências de violência doméstica, o que corresponde a uma média de 4.458 casos por mês e 146 ocorrências por dia.

Em junho deste ano, foram 3.852 casos, e em abril, 4.303.

Por regiões

Segundo os dados da SDS, o interior foi líder no ranking de regiões com mais casos de violência contra a mulher no Estado, em maio.

A SDS contabilizou 2.032 casos na região interiorana pernambucana nos 30 dias do mês passado.

A Região Metropolitana vem na segunda posição, com 1.137 casos em maio.

Já a capital pernambucana somou, em maio, 683 ocorrências.

Casos recentes

Nesse domingo (14), a Polícia Civil pernambucana apreendeu um adolescente, de 17 anos, que ameaçou de morte a própria mãe, no município de Lagoa do Ouro, no Agreste do Estado.

O menor também foi autuado por porte ilegal de arma, já que a denúncia é que o adolescente ameaçou matar a mãe a tiros.

A ocorrência foi registrada por uma equipe da 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns, como ato análogo ao crime de ameaça por violência doméstica/familiar e ato análogo ao crime de porte ilegal de arma.

“Após ser detido pela equipe policial, o adolescente foi conduzido à delegacia para realização dos procedimentos cabíveis, ficando em seguida à disposição do Ministério Público”, disse a polícia, por meio de nota.

Já no sábado (13), uma mulher de 35 anos escapou por pouco da morte ao ser agredida com uma arma branca, no meio da rua, pelo marido.

Segundo informações repassadas para a Polícia Civil, houve a instauração de um inquérito para investigação do caso. A tentativa de feminicídio aconteceu em Ponte dos Carvalhos, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

A mulher saía com uma parente de uma igreja quando o marido, identificado como Ademildo Gomes do Santos, de 39 anos, a esfaqueou.

A familiar tentou evitar as agressões e também ficou ferida. As duas foram levadas para uma unidade de saúde.

Há informações de que a vítima e o marido têm um relacionamento de mais de 18 anos e três filhos.

Medidas protetivas

No primeiro trimestre de 2024, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) expediu 6.675 medidas protetivas a mulheres vítimas de violência doméstica. O número cresceu 15%, se comparado com o mesmo período do ano passado.

Em 2023, foram concedidas pelo judiciário 5.864 ações para proteger as vítimas da violência doméstica. Nos três primeiros meses deste ano, o estado teve uma média diária de 73 medidas protetivas expedidas.

Somente em março de 2024, foram 2.297 medidas solicitadas e expedidas pelo judiciário. Isso equivale a um aumento de 9,4% em relação ao mesmo período do mês anterior. Fevereiro fechou com 2.098 solicitações.

Na comparação com janeiro, o aumento foi de 0,4%, já que naquele mês houve 2.286 medidas protetivas expedidas pela Justiça.

Já nos 12 meses de 2023, o TJPE expediu 24.833 medidas protetivas, o que equivale a uma média diária de 68 solicitações.

Deputados aprovam convocação extra para avaliar projetos do Governo Raquel Lyra


A Assembleia Legislativa aprovou, nesta segunda-feira (15), a convocação extraordinária, solicitada pela governadora Raquel Lyra (PSDB), e sete projetos começam a tramitar. O placar foi 28. Favoráveis, quando seriam necessários no mínimo 25. Na próxima quarta, será realizada a instalação das sessões.

Os parlamentares atenderam ao chamado do presidente Álvaro Porto (PSDB) e dos líderes das bancadas. Apesar da convocação no período de recesso parlamentar, há uma expectativa de que todos os projetos sejam aprovados somente em agosto porque não haverá urgência.

A oposição avisou que pretende ter acesso a todas as informações, principalmente, a respeito das propostas referentes a empréstimos. Outra polêmica se dá em relação à adesão de Pernambuco ao Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF). Servidores estaduais avaliam que há risco de perdas de direitos, mas o Governo assegura que isso não acontecerá. Além disso, todos os deputados estão envolvidos com as eleições municipais e o período das convenções partidárias, começa no próximo sábado, vai até 5 de agosto.

Dos sete projetos, cinco chegaram à Assembleia Legislativa nas vésperas do recesso e a tramitação foi suspensa na primeira reunião da Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ) porque a oposição estava em maioria. Com as alterações feitas na bancada do PL, a ala do Governo voltou ter mais deputados no colegiado. Outros dois projetos foram enviados junto com a solicitação da convocação extraordinária.

Dois projetos pedem autorização da Alepe para a contratação de operações de crédito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e com o Banco Internacional para Reconstrução do Desenvolvimento (BID), de R$ 652 milhões e US$ 275 milhões, respectivamente, destinados a obras de infraestrutura, execução do Sertão Vivo e reestruturação do serviço da dívida com taxas de juros mais benéficas aos cofres estaduais. O projeto Sertão Vivo, por exemplo, já foi aprovado pelo BNDES e aguarda a votação do projeto para sua implantação, que vai garantir a implantação de sistemas de produção resilientes ao clima,

Outra proposta no âmbito da gestão fiscal permite a adesão de Pernambuco ao Plano de Equilíbrio Fiscal da Secretaria do Tesouro Nacional. Ao aderir, o Estado precisará escolher três medidas num rol de oito possibilidades, entre as quais duas já estão sendo executadas.

Ainda na lista das matérias enviadas pelo Executivo, uma trata sobre a adaptação da vegetação local para a realização da obra de duplicação da BR-423, entre São Caetano e Lajedo

O Governo também enviou projeto sobre reajustes salariais para diversas categorias, como analista técnico em Defesa Social, odontólogo, professores, assistentes técnicos e de apoio administrativo, todas fruto de negociação com as classes nas mesas de negociação.

Além das matérias do interesse do próprio Governo do Estado, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) enviaram projetos que tratam de suplementações aos orçamentos dos respectivos órgãos. No caso do TJPE, os recursos servirão para cumprimento de nova legislação que prevê a nomeação de mais seis desembargadores.

Governo de Pernambuco inicia qualificação empreendedora em sete municípios do Estado

De acordo com a gestão estadual, os cursos são voltados, principalmente, para jovens e mulheres a partir dos 16 anos, mas outros públicos também podem participar (Foto: Divulgação)

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Desenvolvimento Profissional e Empreendedorismo (SEDEPE), abre nesta terça-feira (16) as primeiras turmas para o curso de empreendedorismo do programa Qualifica PE em Arcoverde, no Agreste. Serão mais de 2 mil vagas disponíveis em sete cidades do Estado neste mês de julho.

Na sequência, as aulas serão levadas para os municípios de Petrolândia, Paudalho, Vitória de Santo Antão, Ouricuri, Feira Nova e Petrolina. As oficinas e palestras são gratuitas, presenciais e em parceria com o Sebrae-PE.

Cada município receberá uma trilha com oito qualificações e a formação terá duração de duas a quatro horas, totalizando mais de 20 horas/aula na trilha completa. Os interessados podem escolher entre seguir as oficinas e palestras de forma isolada ou a trilha completa.

Os interessados podem se inscrever de forma gratuita acessando este site. São 40 vagas por turma e os alunos saem com um certificado do programa Bora Empreender - Qualifica Empreendedor.

De acordo com a gestão estadual, os cursos são voltados, principalmente, para jovens e mulheres a partir dos 16 anos, mas outros públicos também podem participar.

“Estamos muito felizes em começar mais esse braço do programa Qualifica Pernambuco, agora, voltado para o empreendedorismo. Montamos uma trilha onde as pessoas podem fazer uma qualificação em gestão com foco em finanças, redes sociais, vendas, entre outras oficinas. Isso vai ajudá-los a abrir os horizontes, ampliar o leque de atuação e focar em resultados melhores para quem já empreende ou sonha em abrir o seu próprio negócio”, avalia Frederico Ferreira, secretário executivo de Micro e Pequena Empresa e Fomento ao Empreendedorismo da Sedepe.

Confira os locais e datas das oficinas em julho:

Arcoverde
Datas : 16, 30 e 31/07
Local : Sesc Arcoverde

Petrolândia
Datas : 19, 22, 23, 24, 25, 26 e 29/07
Local : Casa da Juventude

Vitória de Santo Antão
Datas : 22, 24, 29, 31/07
Local : Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura

Paudalho
Datas : 22, 23, 24, 25, 26, 29, 30 e 31/07
Local : Casa da Juventude

Ouricuri
Datas : 22, 23, 24, 25, 26, 29, 30 e 31/07
Local : IX Geres

Feira Nova
Data : 29/07
Local : Casa da Juventude

Petrolina
Data : 30 e 31/07
Local : Sebrae Petrolina

Homem é assassinado a tiros no bairro Salgado, em Caruaru

Foto: Adielson Galvão/Cortesia

Um homem foi assassinado na noite desta segunda-feira (15), em Caruaru, Agreste de Pernambuco. Gredston Ferreira Campos, 27 anos, foi morto a tiros na rua Manoel Cordeiro Galvão, bairro Salgado.

A vítima conduzia uma moto no momento em que foi assassinado. A Polícia Militar fez o isolamento do local e, após perícia, o corpo será encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML)

Este é o 9º homicídio deste mês de julho em Caruaru. No ano, de janeiro até agora, mataram no município 69 pessoas.

Reportagem: Adielson Galvão

Um homem foi morto em Buíque, no Agreste de Pernambuco.


Um homem foi assassinado na noite deste domingo (14), no Loteamento Brasília, no município de Buíque, no Agreste de Pernambuco.

Welton de Espindola Silva, de 30 anos, estava em uma casa de eventos, quando foi alvejado por vários disparos de arma de fogo, chegou a ser socorrido e morreu no hospital municipal.

Os envolvidos no crime são três homens que fugiram em seguida sem serem identificados.

O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

Reportagem: Adielson Galvão

Um homem foi morto em Bezerros - PE


Um homem foi assassinado dentro de casa na noite de domingo, dia 14, no Centro de Bezerros, no Agreste de Pernambuco. Edvaldo Jair da Silva, de 30 anos, estava sentado no sofá quando um indivíduo invadiu o imóvel e atirou nele.

Segundo relatos de populares, o assassino chegou à residência chamando pela vítima e perguntou se podia entrar. Após receber permissão, instantes depois, foram ouvidos dois disparos de arma de fogo. A perícia criminal constatou duas lesões provavelmente causadas por arma de fogo de grosso calibre.

Apesar dos esforços para identificar o responsável, nenhum dos populares conseguiu fornecer informações sobre o indivíduo que entrou no imóvel. As autoridades seguem investigando o caso.

Reportagem: Adielson Galvão

Homem foi assassinado em São Joaquim do Monte


Na noite de domingo, dia 14, um crime brutal abalou a comunidade de São Joaquim do Monte, em Pernambuco. Lucinaldo Ferreira de Lima, conhecido como Lala, foi assassinado a tiros na Cohab. A vítima, um homossexual conhecido na região, foi alvejada com três tiros nas costas e na cabeça.

Populares relataram à polícia que ouviram vários disparos no local, porém não conseguiram identificar o autor dos tiros. Lala era frequentador assíduo de um bar na área, onde costumava se reunir com amigos.

Os familiares informaram às autoridades que Lala já havia sofrido duas tentativas de homicídio anteriormente, ambas por golpes de faca, o que aumenta ainda mais o mistério em torno da motivação e autoria deste crime.

A Polícia Civil está conduzindo as investigações para esclarecer os fatos e encontrar os responsáveis por este ato de violência. A comunidade aguarda respostas e justiça para o caso, que reforça a urgência de medidas de proteção à população LGBTQIA+ e o combate à violência na região.

Este crime violento é um lembrete doloroso dos desafios e perigos enfrentados por muitas pessoas LGBTQIA+ no Brasil. A luta contra a homofobia e pela garantia de direitos iguais e segurança para todos continua a ser uma prioridade crucial.

Reportagem: Adielson Galvão

Lei da igualdade salarial tem boa adesão das empresas, diz ministro

Lei da igualdade salarial completou um ano neste mês de julho (foto: Paulo Pinto/Agencia Brasil)

Sancionada no ano passado, a Lei da Igualdade Salarial, que visa garantir a igualdade salarial entre mulheres e homens no exercício da mesma função ou por trabalho de igual valor, completou um ano neste mês de julho. E, segundo o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, ela já vem dando resultados, com uma grande adesão das empresas.

“A lei é para ajudar a resolver os problemas nas entranhas das empresas. Nós podemos dizer que estamos felizes com o primeiro ano da lei. Primeiro, porque houve uma grande adesão das empresas em atender o chamado e apresentar os seus relatórios. Se a própria empresa faz seu relatório, olha a sua vida e enxerga que tem problema, ela própria tem espaço e prazo para apresentar o seu plano de solução”, disse Marinho, em evento na sede do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), na capital paulista.

Em março deste ano, o Ministério do Trabalho e Emprego divulgou os resultados do Primeiro Relatório Nacional de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios, que foi obtido por meio de informações que foram preenchidas pelas empresas no eSocial, o sistema federal de coleta de informações trabalhistas, previdenciárias e tributárias. Por lei, as empresas devem apresentar relatórios constantes para que fiscais possam comparar os valores pagos a homens e mulheres.

Neste primeiro relatório divulgado, 49.587 empresas com 100 ou mais funcionários do Brasil preencheram as informações relativas ao ano de 2022. Desse total, disse o ministro, 415 questionaram a lei na justiça. “Ou seja, é residual esse questionamento. Muitos estão olhando, enxergando e pedindo aperfeiçoamento para lá e para cá, mas o diálogo resolve. Se os sindicatos, junto com as empresas, as entidades, as federações, as confederações, os trabalhadores, empresários e centrais sindicais se sentarem e colocarem [isso] na convenção coletiva, seguramente nós vamos acelerar a solução dos problemas e é isso que nós estamos estimulando”, acrescentou o ministro. Um segundo relatório deverá ser publicado em setembro.

“O mais forte sobre a lei é que ela propõe uma mudança de cultura”, destacou Maria Helena Guarezi, secretária-executiva do Ministério das Mulheres. “Desde que ela foi aprovada e sancionada, nós vemos muitos avanços. Primeiro porque a sociedade vem debatendo essa lei. E ela traz também, no seu bojo, a questão do relatório. Um relatório de transparência, que não olha só para a questão exclusiva da desigualdade entre os pares de mesma função, mas que olha para outras desigualdades. A gente percebe que tanto a sociedade civil quanto os sindicatos, as centrais sindicais e as próprias empresas estão empenhadas em buscar essa igualdade”, falou.

Segundo Guarezi, a lei ainda é recente e precisa de aperfeiçoamentos. Mas um aspecto positivo é a grande adesão das empresas ao relatório. “Obviamente esse processo impulsiona a sociedade a discutir a igualdade sob o parâmetro salarial, mas também sob outros parâmetros. E eu acho que é isso que essa lei da igualdade vem trazer: ela vem olhar também para todas as desigualdades para além da igualdade salarial”, falou.

“O espírito da Lei é de que, a partir dos dados do relatório publicado e do balanço da igualdade salarial nas empresas, a gente possa debater como reduzir as desigualdades. Então, nesse sentido, eu acho que sim, a lei já tem resultados positivos, porque a gente pautou na sociedade, nas empresas e no movimento sindical como efetivamente olhar para essa desigualdade e poder incidir para reduzi-la”, concordou Adriana Marcolino, diretora técnica do Dieese. “A gente sabe que esse é um processo de mais médio e longo prazo do que de curto prazo. Mas só de já ter colocado esse debate na sociedade, eu acho que já é bastante positivo”, ressaltou.

Esse balanço positivo da lei feito pelo Dieese tem sido embasado também em pesquisas recentes que foram feitas por ele. Um deles analisou vagas de emprego que estavam sendo ofertadas entre setembro e dezembro do ano passado. “Na análise das vagas ofertadas, a gente pôde ver que muitas delas têm alguns elementos que acabam afastando as mulheres de se lançarem a uma determinada vaga, que em geral tem salários melhores ou maiores possibilidades de carreira. Foram poucas as vagas que a gente encontrou que, de fato, procuravam trazer as mulheres para um mercado de trabalho, para postos que têm maior remuneração ou maior visibilidade. Mas, apesar de poucas, é bem relevante que elas existam, porque elas dão o exemplo de que é possível fazer, é possível que as empresas tenham a iniciativa de pensar na questão da desigualdade e de como trazer as mulheres para os seus quadros de trabalhadores”, falou Adriana.

Um outro estudo recente feito pelo Dieese analisou as negociações coletivas e apontou que, após a lei, novos assuntos começaram a entrar em discussão, como isonomia salarial, combate a assédio moral no mundo de trabalho e apoio às mulheres vítimas de violência doméstica.

“O desafio da lei é as empresas perceberem que quando elas eliminam essas desigualdades no ambiente de trabalho, quando eles têm um corpo funcional mais diversificado, isso também colabora para a ampliação de ideias, para superação de problemas, para aumento da sua produtividade. E de outro lado, todas as instituições da sociedade devem ter como elemento a luta pela redução da desigualdade”, disse a diretora do Dieese.

Acusado de estupro, Rodrigo Carvalheira passa por primeira sessão de audiência de instrução

Foto: Marina Torres/DP

A primeira sessão da audiência de instrução e julgamento de um dos três processos contra o empresário Rodrigo Carvalheira, réu por crimes sexuais, foi realizada nesta segunda-feira (15), no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, área central do Recife.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE), foram ouvidas a vítima e todas as testemunhas arroladas na denúncia, em aproximadamente cinco horas. "Diante do adiantado da hora, a audiência foi finalizada por volta das 14h30, sendo redesignada uma audiência posterior para a oitiva das testemunhas arroladas na resposta à acusação e para o interrogatório do acusado", informou a assessoria de imprensa do tribunal, em nota.

A audiência é referente a um processo por estupro em 2019. Estavam presentes na sessão o Ministério Público, advogados habilitados como assistentes da acusação e advogados da defesa.

Na chegada ao fórum, ao ser questionado pela imprensa se tinha algo a declarar sobre o caso, Carvalheira afirmou que “os humilhados serão exaltados”.

O advogado Wilibrando Albuquerque, que representa o empresário junto aos advogados Thiago Guimarães e Dyego Lima, comentou a avaliação da defesa sobre a sessão em entrevista ao Diario. Segundo ele, a nova audiência deve ser marcada pelo judiciário para o final do mês de agosto.

“Todas elas (testemunhas de acusação) diziam palavras do tipo ‘modus operandi’, mas o cidadão médio não usa esse termo, mas todas as testemunhas usavam essa palavra e não traziam outros elementos. Disseram: ‘ele (Rodrigo) me dava o comprimido e eu apagava’. E perguntavam quanto tempo passava? E elas diziam: 'Não lembro’ Outras não se recordam do tempo que aconteceu. A gente questionava e a juíza indeferia. São situações que já são delicadas por si. Não estou aqui para descredibilizar nenhuma vítima, não desrespeito, mas é uma situação estranha, porque não sabem contar: ‘como uma pessoa coloca um comprimido goela abaixo?’. Como a pessoa não sabe precisar o horário que estava em determinado local? Então, como essa pessoa sabe que foi estuprada ou não? Então, assim, são situações nebulosas”, disse o defensor.

“São circunstâncias que trazem uma nebulosidade. Para a defesa, traz inquietação. Qualquer condenação está calcada em provas concretas. É muito difícil, porque as vítimas se uniram, fizeram um grupo e em cima da situação estão fazendo ativismo. Eu continuo acreditando na inocência do meu cliente. Mas é um processo que tem contornos bem delineados. Acredito que não vai se resolver no Recife”, acrescentou.

Protesto

Do lado de fora do fórum, aconteceu um protesto. A mãe de uma das denunciantes, cujo caso prescreveu, afirmou que o propósito era clamar por justiça.

“Milhares de mulheres são estupradas das mais variadas formas, todos os dias em nosso país e a impunidade continua presente. A gente precisa colocar o estuprador onde deve ser, na cadeia”, disse.

“Minha filha foi estuprada com 16 anos, hoje ela tem 34 anos. Ela ficou muito traumatizada, quando ela fala do assunto, ela sangra”, completou.

Trajados com camisas escrito “Amigo não abusa”, em alusão a um dos argumentos apresentados pelo acusado, dois parentes de uma outra vítima também participaram do ato.


Foto: Marina Torres/DP

Para eles, a mudança foi psicológica foi perceptível. “Ela foi abusada em 2019, na época a gente não sabia, mas percebemos que ela estava diferente. Não saia tanto, ficava mais em casa. Estava cada vez mais introspectiva”, relatou um dos parentes. “Até que em novembro do ano passado, ela fez uma ligação de vídeo com a gente e foi quando ela desabou e contou tudo que aconteceu. Foi só aí que a família ficou ciente”, explicou outro.

Entidades feministas

“Segundo eles, as vítimas desse estupro são ‘meninas de festinha’”, pontua Lara Buitron, do Fórum de Mulheres de Pernambuco. “São meninas que estão aí para serem usadas, esse é o sentido que o advogado coloca nas suas frases. Para culpabilizar as vítimas eles estão colocando que elas são usuárias de drogas, o que não tem nenhum problema, usar drogas não significa que seu corpo está disponível para ser violentado. É exatamente o mesmo argumento usado no caso de Ângela Diniz, morta em 1986”, relembra.

Advogada e líder do comitê de combate a violência contra mulheres do Grupo Mulheres do Brasil Recife, Barthira Caldas, comenta que a luta das mulheres é provar que têm direitos e deveres, diariamente. “Então assim, é muito importante que a gente traga essa pauta, que a gente apoie outras mulheres, que as mulheres estejam juntas nesses movimentos. Temos que exterminar a violência contra a mulher, porque a violência não é só a física. Quer dizer que mulheres não podem de forma nenhuma sair, se divertir, não têm o direito, como todos os homens fazem, a gente não pode ter esse direito. Estamos regredindo?”, questiona.

Barthira ainda pontua que a agressão contra a mulher não é uma agressão apenas à vítima. “Quando se fala em agressão contra a mulher, se destrói uma família. E, também, uma nova geração de meninas e adolescentes que estão passando e vivenciando já desde nova essas violências. Nossa luta é essa. Exterminar a violência contra a mulher”.

O caso

Rodrigo Carvalheira foi preso pela segunda vez em junho e está no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. A primeira prisão aconteceu em abril, quando ele ficou menos de uma semana no presídio.

A segunda prisão foi pedida pelo Ministério Público (MPPE) devido a uma ligação que Rodrigo Carvalheira teria feito em dezembro de 2023. Ele teria mantido contato com o tio de uma suposta vítima.

Assim, o MPPE considerou que o empresário estaria interferindo nas investigações do caso.

Inquéritos

No dia 31 de maio, a Polícia Civil pernambucana detalhou o estágio dos cinco inquéritos que investigaram o empresário.

Em três casos, ele foi indiciado por estupro de vulnerável. Os outros dois prescreveram. Ou seja, o Estado não tem mais como executar a punição contra o empresário.

Em todos, no entanto, a Polícia Civil encontrou um ponto em comum: Carvalheira aproveitou relações de amizade para poder estuprar as vítimas.

Além disso, em todos os episódios, segundo a polícia, as vítimas estavam sob efeito de álcool ou em estado de sonolência.

A corporação também afirmou que duas das cinco mulheres eram adolescentes na época em que os estupros aconteceram.

Uma delas sofreu a violência sexual no dia do próprio aniversário de 16 anos, em 2009.

A outra também tinha 16 anos na época em que foi estuprada, em 2005. Esses dois são justamente os casos que prescreveram.

Dessas duas vítimas, uma delas foi estuprada quando estava em estado de embriaguez e outra quando estava sob o efeito parcial de embriaguez, segundo a polícia.

“A conduta do investigado revelou o mesmo método de ação. Foram feitas várias diligências, algumas sigilosas. A gente constatou que existiam elementos suficientes para fazer o indiciamento. A gente identificava o estado de vulnerabilidade das vítimas e o elo de confiança que o investigado tinha com elas. O que torna elas mais vulneráveis ainda, pela relação de confiança e retirada de vigilância. Eram relação de amizade prévia. Outras mulheres que também eram consideradas amigas do investigado perceberam que passaram pela mesma coisa. Essas vítimas levavam um bom tempo para perceber que tinham sido vítimas de um crime”, disse a delegada Jéssica Ramos, titular da 1ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM).

“Esses fatos são bem diferentes dos casos de estupro que estamos acostumados a ver. Aqui, a gente trata de uma relação de grupo de amigos, em que a vítima não espera ser abordada de alguma maneira indesejada que está ali convivendo com você. Aquele pessoal que faz parte do grupo de amigos se surpreende com atitudes de violência sexual. Ficaram evidenciadas tentativas de relações sexuais, quando as vítimas estavam em estado de sonolência ou embriagadas, pelo uso de álcool. Então, esse estado em que a pessoa se encontra em sonolência ou embriaguez acaba a tornando vulnerável. Ela não consegue optar, de fato, e saber o que quer ou não quer deixar acontecer. Algumas vítimas nem se lembram como deixam acontecer as situações. Então, o ponto-chave é que havia sempre essa relação de amizade e confiança. Algumas vítimas tiveram somente a coragem de denunciar anos depois, o que não significa que o crime não deixou de acontecer”, completou.

PSB de Brejo da Madre de Deus realiza convenção partidária no sábado 20 de julho e vai homologar Jaelson e Zé Dercílio como candidatos a Prefeito e Vice-Prefeito

A marcação da convenção pelo PSB demonstra que Jaelson não desistirá de sua candidatura em nenhuma hipótese, descartando qualquer possibilidade de aliança com o grupo "Boca Preta"

No próximo sábado, dia 20 de julho, às 08:40, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) de Brejo da Madre de Deus realizará a sua Convenção Partidária. O evento, que marca um passo importante no exercício da democracia, acontecerá no Auditório do Sindicato Rural, localizado em Brejo da Madre de Deus.

A convenção será aberta aos filiados ao partido e à população brejense em geral. Este momento é de suma importância, pois permite que os cidadãos participem ativamente do processo democrático, contribuindo para a escolha dos candidatos que representarão o município nas eleições municipais de outubro.

Durante a convenção, o PSB deve homologar as candidaturas de Jaelson do Açudinho para concorrer ao cargo de prefeito e Zé Dercílio para o cargo de vice-prefeito. Jaelson e Zé Dercílio são figuras bastante conhecidas, e suas candidaturas representam uma nova etapa para o PSB em Brejo da Madre de Deus.

A expectativa em torno desta convenção é grande, especialmente considerando os recentes movimentos políticos na cidade. O grupo "Boca Preta" tinha a esperança de que a convenção não acontecesse e que Jaelson desistisse de sua candidatura a prefeito para se aliar ao grupo "Azul" como vice de Josevaldo. No entanto, a marcação da convenção pelo PSB demonstra que Jaelson não desistirá de sua candidatura em nenhuma hipótese, descartando qualquer possibilidade de aliança com o grupo "Boca Preta".

Com gol de Lautaro Martínez na prorrogação, Argentina vence Colômbia e fatura 16º título

Lautaro festeja gol ao lado de Messi, lesionado no banco de reservas (Foto: JUAN MABROMATA / AFP)

Em jogo marcado pelo atraso de 1h20 em virtude de muita confusão com torcedores que tentaram entrar no Hard Rock Stadium (Miami) sem ingresso e lesão de Lionel Messi, a Argentina venceu a Colômbia por 1 a 0 na prorrogação e conquistou a Copa América 2024. O gol do título foi de Lautaro Martínez.

Foi o 16º troféu continental dos hermanos, que se tornam os maiores campeões, com uma a mais do que o Uruguai. A Argentina emenda dois títulos da Copa América, além da Finalíssima e da Copa do Mundo.

O JOGO
 
O primeiro tempo foi de poucas chances dignas de registro. Pelo lado argentino, Messi fez boa jogada com Di Maria, mas bateu fraco. A Colômbia assustou com Córdoba, em chute que beliscou a trave, e em um arremate de Lerma que Dibu Martínez espalmou para escanteio.

O segundo tempo demorou quase 30 minutos para começar, por causa do show da cantora Skakira no intervalo. E o jogo esquentou. A Argentina passou a jogar mais com Di Maria, que aliás fez seu último jogo pela seleção. Mas aos 18 minutos, desespero para os hermanos. Messi caiu no chão. E deixou o gramado chorando muito. No banco reservas, o camisa 10 não conteve as lágrimas e já começou tratamento no tornozelo direito, bastante inchado.

Nico Gonzalez entrou no seu lugar. Por ironia, aos 30, Nico mandou para o fundo da rede, mas Tagliafico, que cruzou, estava impedido. O jogo voltou a ficar equilibrado, mas seguiu sem gols até o final.

Na prorrogação, Camilo Vargas fez ótima defesa em chute de Nico Gonzalez. E nada de gols. Com o cansaço, os técnicos mexeram nas equipes. Na Colômbia, até James Rodríguez e Luis Diaz foram substituídos.

E finalmente aos sete minutos do 2º tempo da prorrogação, Lautaro Martínez recebeu passe de Lo Celso e mandou para o fundo da rede: 1 a 0 para a Argentina. O gol do título.

Calendário do PIS/Pasep: Caixa libera benefício para nascidos em setembro e outubro; confira

Governo liberou R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 620 milhões para o Pasep (Crédito: José Cruz / Agência Brasil)

Cerca de 4,24 milhões de trabalhadores com carteira assinada nascidos em setembro e outubro podem sacar, a partir desta segunda-feira (15), o valor do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) em 2024. A quantia está disponível no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital e no Portal Gov.br.

Ao todo, o governo liberará R$ 4,52 bilhões, dos quais R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 620 milhões para o Pasep. Aprovado no fim do ano passado, o calendário de liberações segue o mês de nascimento do trabalhador, no caso do PIS, ou o número final de inscrição do Pasep. Os pagamentos ocorrem de 15 de fevereiro a 15 de agosto.

Neste mês, o pagamento continua a ser antecipado aos trabalhadores do Rio Grande do Sul nascidos de setembro a dezembro que regularizaram a situação após 15 de maio. Serão beneficiados 5.426 trabalhadores com recursos de cerca de R$ 5,67 milhões. Em maio e junho, cerca de 760 mil trabalhadores do estado, afetado pelas enchentes do fim de abril e do mês de maio, tiveram o pagamento antecipado.

Neste ano, cerca de R$ 27 bilhões poderão ser sacados. Segundo o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), o abono salarial de 2024 será pago a 24,87 milhões de trabalhadores em todo o país. Desse total, 21,98 milhões trabalham na iniciativa privada e receberão o abono do PIS e 2,89 milhões de servidores públicos, empregados de estatais e militares têm direito ao Pasep.

O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal; e o Pasep, pelo Banco do Brasil. Como ocorre tradicionalmente, os pagamentos serão divididos em seis lotes, baseados no mês de nascimento, no caso do PIS, e no número final de inscrição, no caso do Pasep. Os saques começam nas datas de liberação dos lotes e acabam em 27 de dezembro de 2024. Após esse prazo, será necessário aguardar convocação especial do Ministério do Trabalho e Previdência.


Arte saque pis (Crédito: Arte/Agência Brasil )


Arte saque pasep (Crédito: Arte/Agência Brasil)

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos, e que tenha trabalhado formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado para a apuração, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do abono é proporcional ao período em que o empregado trabalhou com carteira assinada em 2022. Cada mês trabalhado equivale a um benefício de R$ 117,67, com períodos iguais ou superiores a 15 dias contados como mês cheio. Quem trabalhou 12 meses com carteira assinada receberá o salário mínimo cheio, de R$ 1.412.

Seleção de Brejo da Madre de Deus avança com campanha sólida na 3ª Copa Intermunicipal de Futsal de Pernambuco


A Seleção de Brejo da Madre de Deus brilhou mais uma vez na fase de grupos da 3ª Copa Intermunicipal de Futsal de Pernambuco, destacando-se com uma campanha praticamente impecável. Em um grupo competitivo, que incluí as fortes equipes de Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru, Brejo da Madre de Deus conseguiu 3 vitórias e 1 empate em 4 jogos.

Desempenho na Fase de Grupos

Contra Caruaru: 2 vitórias; Contra Santa Cruz do Capibaribe: 1 vitória e 1 empate.

Classificação Antecipada

No sábado, 13 de julho, a Seleção de Brejo da Madre de Deus garantiu a classificação com um jogo de antecedência após uma vitória convincente diante de sua torcida na quadra do Maria da Glória. A equipe saiu vencedora pelo placar de 6x3 contra Caruaru. Os gols da partida foram marcados por: Biel 2x, Zagueirinho, Brasil, Juninho e Arisamark.


A Seleção de Brejo da Madre de Deus é uma equipe equilibrada, composta por jogadores experientes e jovens talentos promissores da cidade. O sucesso da equipe também se deve à expertise do técnico Amaral, do auxiliar técnico Clênio e do preparador físico Jackson.

Com a primeira colocação no grupo e a melhor campanha geral do campeonato, a Seleção de Brejo da Madre de Deus almeja voos altos na fase seguinte. A equipe está preparada e confiante para enfrentar os próximos desafios e continuar representando a cidade com orgulho e determinação, indo até o fim e trazendo a taça para casa.

Equipe de Caruaru


Fonte: Blog Estação Notícias

Jovem é encontrada morta em estrada rural de Taquaritinga do Norte

Ela estaria bebendo com uma amiga e saiu de moto

No último sábado (13), o corpo de Katyane Arco Verde Silva, uma jovem de 23 anos, foi encontrado em uma estrada de acesso ao Sítio Ingá, próximo ao distrito Pão de Açúcar em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco.

Katyane estava caída, ensanguentada, com um capacete na cabeça. No entanto, não havia nenhuma motocicleta nas imediações do local. Ela foi atingida por cinco disparos de arma de fogo. A vítima residia no bairro Palestina, em Santa Cruz do Capibaribe, e deixou três filhos.

As circunstâncias do crime ainda são desconhecidas. De acordo com informações repassadas à polícia, Katyane estava compartilhando momentos com uma amiga, ingerindo bebida alcoólica, quando uma pessoa desconhecida se aproximou. A jovem saiu de moto, mas infelizmente, foi encontrada sem vida pouco tempo depois.

Homem, mulher e criança morrem afogados na zona rural de Caruaru

Foto: Reprodução/WhatsApp

Equipes do Corpo de Bombeiros encontraram, na manhã desta segunda-feira (15), em Caruaru, os corpos de um casal e de uma criança. Eles morreram afogados em um açude no Sítio Posse, na zona rural do município.

Manoel Olimpio dos Santos, 48 anos; Amanda Alves Silva, 37, e Lazaro Caique Alves da Silva, 7 anos, estavam desaparecidos desde sábado (13), quando saíram de casa para pescar. O local fica após o Alto do Moura.

Reportagem: Adielson Galvão

Grupos indesejados se espalham no WhatsApp sob promessa de renda extra

Saiba como se proteger!

Cresce na internet o número de relatos sobre a inclusão indesejada em grupos no WhatsApp. Os convites de surpresa, em geral, envolvem venda de produtos, divulgação de jogos online como “tigrinho” ou promoção eleitoral.

A Folha encontrou no Discord canais que orientam os usuários a criarem tais grupos e adicionar centenas de contatos listados em planilhas, em troca de pagamentos de R$ 20 a R$ 60 anunciados como “renda extra”. O esquema se apoia em lista de telefones vazadas na internet e pode atingir até 1.024 pessoas por vez.

Um dos grupos diz que o “mentor” fica com 50% do lucro, o que sugere que há ainda um contratante externo. A prática é chamada na internet de “método”.

Em resposta às reclamações de usuários, o WhatsApp passará, a partir desta terça-feira (9), a dar mais informações sobre os grupos, quando a inclusão partir de um estranho (ou uma pessoa cujo o telefone não esteja salvo).

Um balão avisará quem adicionou você, há quanto tempo o grupo foi criado e quem é o “dono”. Segundo a Meta (dona do WhatsApp), parte dos usuários já tem acesso à ferramenta, que estará disponível a todos “nas próximas semanas”.

O WhatsApp quer separar o joio do trigo. Essa ferramenta “ajudará os usuários a permanecerem seguros em mensagens de grupo”, diz o aplicativo em comunicado.

“A partir dessas informações, o usuário pode decidir se deseja permanecer ou sair do grupo e revisar algumas das ferramentas de segurança disponíveis para se manter seguro no WhatsApp“, diz a empresa em comunicado.

TikTok Video Cresce na internet o número de relatos sobre a inclusão indesejada em grupos no WhatsApp. Os convites de surpresa, em geral, envolvem venda de produtos, divulgação de jogos online como “tigrinho” ou promoção eleitoral. Segundo o WhatsApp, o recurso de segurança já é aplicado em conversas individuais. O usuário sempre recebe informações sobre a origem do telefone, quando o contato não está salvo.

PROTEJA SUA PRIVACIDADE NO WHATSAPP

O WhatsApp lembra que oferece outros recursos de segurança, como silenciar chamadas desconhecidas para evitar ligações de estranhos, conversas protegidas por senha, controle de privacidade no aplicativo e configurações de quem pode adicionar você a grupos.

Fonte: Notícias ao Minuto

Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado


 
Veja como não ser enganado no novo golpe!

Àmedida que o Pix vai sendo cada vez mais utilizado para pagamento e transferência de dinheiro, aumentam também relatos de golpes que tentam dar prejuízo a clientes de bancos.

Um deles, que viralizou recentemente nas redes sociais, é o golpe do Pix errado. A Agência Brasil preparou uma reportagem para você entender como funciona a artimanha dos criminosos e se proteger das tentativas de golpe.

O Pix bateu recorde de transações na última sexta-feira (5). Foram 224 milhões de transferências entre contas bancárias, segundo o Banco Central (BC). Com um número tão grande de transações, não é difícil crer que algumas tenham sido feitas realmente por engano.

É justamente neste cenário que golpistas passam a praticar o golpe do Pix errado. O primeiro passo dado pelos fraudadores é fazer uma transferência para a conta da potencial vítima. Como parte das chaves Pix é um número de telefone celular, não é difícil para o golpista conseguir um número telefônico e realizar um Pix.

Logo em seguida à transferência, a pessoa entra em contato com a pessoa pelo número de telefone, seja ligação ou mensagem de WhatsApp, por exemplo.

Uma vez feito contato, o criminoso tenta convencer a vítima de que fez a transferência por engano e usa técnicas de persuasão para que o suposto beneficiado devolva o dinheiro.

“Estava precisando receber um dinheiro para pagar o aluguel, mas o rapaz mandou no número errado. Você pode transferir aqui para mim”, relata um usuário do X (antigo Twitter), cuja mãe teve R$ 600 depositados na conta bancária.

Na tentativa de convencimento, está uma das chaves para o golpe dar certo: a pessoa mal-intencionada pede a devolução em uma conta distinta da que fez a transferência inicial.

É intuitivo pensar que a primeira forma de descobrir se o contato suspeito trata-se de um golpe é checar se o dinheiro realmente foi depositado na conta da vítima. Para isso, basta conferir o extrato bancário. O fator que leva a pessoa ao erro é que realmente o dinheiro está na conta.

A partir do momento em que a vítima se convence e decide fazer um Pix para a conta indicada como forma de devolver o dinheiro, ela caiu no golpe.

O prejuízo acontece porque, em paralelo ao trabalho de convencer a vítima, o golpista se utiliza de um mecanismo criado justamente para coibir golpes, o Mecanismo Especial de Devolução (Med).

O mecanismo exclusivo do Pix foi criado para facilitar as devoluções em caso de fraudes, aumentando as possibilidades de a vítima reaver os recursos. Os criminosos acionam o procedimento, alegando que foram enganados pela pessoa que, na verdade, é a vítima.

A transação alegada é analisada. No entanto, quando os bancos envolvidos nas transferências percebem que a vítima verdadeira recebeu o valor e logo em seguida transferiu para uma terceira conta, entendem essa triangulação como típica de um golpe.

Daí, ocorre a retirada forçada do dinheiro do saldo da pessoa enganada. Desta forma, o golpista que já tinha recebido o dinheiro de volta voluntariamente consegue mais uma devolução, em prejuízo da vítima.

Uma vez constatado que caiu no golpe, a pessoa pode também acionar o mecanismo de devolução. No entanto, a conta que recebeu o dinheiro transferido por “boa fé” pode já estar zerada, sem saldo para restituir o prejuízo.

Ao orientar o procedimento que deve ser seguido em caso de receber um Pix por engano, o Banco Central explica que “não há normas do BC ou do CMN [Conselho Monetário Nacional] sobre devoluções em caso de engano ou erro do pagador, mas o Código Penal, de 1940, trata sobre a apropriação indébita”.

O órgão orienta que “basta acessar a transação que você quer devolver no aplicativo do seu banco e efetuar a devolução”.

A ferramenta Pix tem a opção “devolver”, ou seja, é diferente de fazer outra transferência. É um procedimento que, acionado pelo cliente do banco, estorna o valor recebido para a conta que realmente originou o Pix inicial.

Esse procedimento desconfigura uma tentativa de fraude e não seria considerado irregular, caso o golpista acione o mecanismo de devolução.

Em junho, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciou que sugeriu ao BC uma melhoria no Mecanismo Especial de Devolução que, atualmente, consegue bloquear dinheiro fruto de fraude apenas na conta que recebeu o recurso, a chamada primeira camada, que pode simplesmente ser zerada pelos golpistas. Com o Med 2.0, o rastreio e bloqueio passarão a mais camadas.

“Já observamos que os criminosos espalham o dinheiro proveniente de golpes e crimes em várias contas de forma muito rápida e, por isso, é importante aprimorar o sistema para que ele atinja mais camadas”, afirmou à época o diretor-adjunto de Serviços da Febraban, Walter Faria.

Segundo a federação, o desenvolvimento do MED 2.0 acontecerá no decorrer de 2024 e 2025 e a implantação será em 2026.

Fonte: Notícias ao Minuto

Balanço: 31 pessoas assassinadas no fim de semana em Pernambuco; dois crimes aconteceram em Caruaru

Homicídio em Caruaru – Foto: Adielson Galvão/Cortesia

O fim de semana foi marcado pela violência em Pernambuco, com o registro de 31 homicídios. Neste mês de julho são 131 assassinatos. Este ano, de janeiro até agora, mataram 1.965 pessoas no Estado.

Em Caruaru, duas pessoas foram assassinadas no sábado (13). O primeiro crime aconteceu pela manhã, no bairro São João da Escócia. O zelador Edinaldo José da Silva, 55 anos, foi morto a facadas dentro de casa, na rua Veneranda de Freitas Torres. A residência estava toda revirada e o celular da vítima não foi encontrado.

O segundo homicídio ocorreu no final da tarde, no bairro Maria Auxiliadora. Wheslei Thalys da Silva Santos, 21 anos, foi morto a tiros. De acordo com investigações, a vítima vinha sendo procurada pela Justiça desde 2021. Na residência do jovem, a polícia encontrou quase seis quilos de maconha. A esposa do rapaz, de 20 anos, foi presa em flagrante e autuada por tráfico de drogas. De acordo com a polícia, o casal pratica assaltos na região.

Neste mês de julho mataram 8 pessoas em Caruaru. No ano, de janeiro até agora, são 68 homicídios.

Em Taquaritinga do Norte, uma jovem foi assassinada com vários tiros. O corpo de Katyane Arco Verde Silva, 23 anos, foi encontrado em uma estrada de acesso ao Sítio Ingá, próximo do distrito de Pão de Açúcar. Ela morava no bairro Palestina, em Santa Cruz do Capibaribe, e deixou três filhos.

No Agreste, registrados homicídios no fim de semana também nos municípios de Limoeiro, Pesqueira, Cachoeirinha, São Joaquim do Monte, Panelas, Brejo da Madre de Deus, Jurema e Bezerros.

Jornalismo Liberdade

domingo, 14 de julho de 2024

FBI afirma que autor dos disparos contra Trump agiu sozinho

Thomas Matthew Crooks (Foto: Reprodução)

O autor da tentativa de assassinato contra Donald Trump agiu sozinho, afirmou neste domingo o FBI (polícia federal americana), ressaltando que os investigadores "não identificaram nenhuma ideologia”.

“Neste momento, as informações que temos apontam que o autor dos disparos agiu sozinho", disse Kevin Rojek, agente do FBI na Pensilvânia, onde ocorreu a tentativa de assassinato na véspera.

O FBI identificou o autor dos tiros como Thomas Matthew Crooks, um jovem de 20 anos de Bethel Park, na Pensilvânia (norte), segundo a imprensa americana.

"É o indivíduo envolvido na tentativa de assassinato do ex-presidente Donald Trump", afirmou a Polícia Federal americana.

O Serviço Secreto acrescentou que o agressor disparou "vários tiros no palanque a partir de uma posição elevada fora do comício" antes de ser "neutralizado" pelos agentes.

Várias testemunhas afirmaram que viram o homem antes do tiroteio e alertaram as autoridades.

Ryan Knight, um simpatizante de Trump, declarou que viu o atirador em um edifício próximo.

"Quando estava sentando ali, um cara disse: 'Meu Deus, ele tinha uma arma'", afirmou Knight à imprensa.

Um vídeo publicado pelo portal TMZ mostra o suposto atirador em um telhado segurando um fuzil.

O agressor estava armado com um fuzil semiautomático AR-15, informou a imprensa.